Ao utilizar este website está a concondar com a nossa política de uso de cookies. Para mais informações consulte a nossa política de privacidade e uso de cookies, onde poderá desactivar os mesmos.

OK

A sede da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) acolheu, pela primeira vez, em 11 e 12 de outubro, uma reunião conjunta das comissões de trabalho (CT) de Cirurgia Torácica e de Infeciologia Respiratória da SPP especialmente dedicada a internos de Pneumologia.


Apesar de ter vindo a sofrer uma redução, em termos de incidência, a patologia infeciosa é uma realidade, pelo que, como sublinha o Dr. João Maciel, coordenador da CT de Cirurgia Torácica, “esta é uma reunião com bastante relevância, pois os pneumologistas recorrem aos cirurgiões torácicos com frequência neste contexto, sendo importante sintetizar estratégias de gestão dos doentes”. A mesma opinião é partilhada pelo Prof. Doutor Filipe Froes, coordenador da CT de Infeciologia Respiratória, acrescentando que este tipo de formações permite criar “uma visão mais abrangente, visto haver cada vez mais doentes com várias patologias que necessitam de uma abordagem multidisciplinar”. E acrescenta: “O objetivo desta reunião só pode ser um: o todo é maior do que a soma das partes.”

“A cirurgia torácica e a Pneumologia têm uma relação indissociável”, realça a Dr.ª Carolina Torres, secretária da CT de Cirurgia Torácica, e, ao contrário do que acontece no âmbito da Oncologia – possivelmente a principal área de atuação conjunta entre cirurgia torácica e Infeciologia respiratória – “no que respeita à patologia infeciosa as orientações não estão tão bem definidas, daí a importância de refletir sobre estes temas”.
Um dos pontos altos deste encontro foi o Curso Prático de Drenagens Torácicas, que, como frisa o Prof. Doutor Filipe Froes, “incide em técnicas extremamente frequentes sobre as quais os internos de Pneumologia têm de ter cada vez mais formação, para que possam, sobretudo, saber quando fazer, saber fazer e quando não fazer”.
“Quando colocar um dreno torácico – indicações e contraindicações”, “Algoritmo terapêutico no abcesso pulmonar”, “Abordagem cirúrgica das complicações da patologia infeciosa” e “Empiema – otimização da antibioterapia” foram outros dos temas em destaque ao longo deste curso.

Acompanhe as nossas novidades.
Subscreva a Newsletter SPP

subscrever Newsletter

SOCIEDADE PORTUGUESA DE PNEUMOLOGIA | SEDE

 

geral@sppneumologia.pt

 

T. (+351) 217 962 074

F. (+351) 217 962 075

 

Rua Ivone Silva, 6 (Edifício ARCIS), 6º Esquerdo

1069-130 Lisboa

 

Horário de Funcionamento:
- Segunda a Sexta-feira
- 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30

VER NO MAPA

DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO

 

comunicacao@sppneumologia.pt
 

T. (+351) 926 432 143 
Cátia Jorge
 

T. (+351) 917 434 115
Andreia Pinto

com o apoio de:

Grupo Medinfar
PULMONOLOGY