Este website utiliza cookies. Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos. Para mais informações consulte a nossa política de privacidade.

OK

Dois projetos de reabilitação respiratória das regiões autónomas dos Açores e da Madeira foram distinguidos com o Prémio Luísa Soares Branco, na sessão conjunta da Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) e da Respira, no âmbito do 38.º Congresso da SPP. A cerimónia aconteceu no último dia do congresso, que se realizou entre os dias 10 e 12 de novembro, no Algarve.

O vencedor da 2.ª edição do Prémio Luísa Soares Branco foi o projeto “Reabilitação Respiratória Pediátrica em contexto de pandemia – Telecinesiterapia Respiratória e visitação domiciliária”, da equipa da Unidade de Saúde da ilha de São Miguel. O projeto nasceu com o intuito de melhorar a acessibilidade aos programas de Reabilitação Respiratória por parte das crianças que, como consequência da pandemia, ficaram privadas destes cuidados. Tem subjacentes os objetivos de reduzir as agudizações da patologia respiratória e os internamentos hospitalares evitáveis, levando à melhoria da qualidade de vida das crianças e redução de custos em internamentos hospitalares.

 

“A pandemia trouxe novas necessidades, motivando o início da visitação domiciliária com a implementação de programas de reabilitação respiratória na casa das crianças com risco elevado de agravamento da sua doença respiratória e consequente internamento hospitalar”, explica Elisabete Lima, enfermeira e coordenadora da equipa, composta por sete elementos. Em 2021, com o programa implementado, verificou-se uma significativa redução nos internamentos de crianças, a rondar os  75%. “Este prémio motiva-nos a continuar a fazer sempre mais e melhor em prol da saúde das nossas crianças”, acrescenta a responsável.

Foi ainda atribuída uma Menção Honrosa ao projeto “Reabilitação Respiratória na Região Autónoma da Madeira – Um Projeto com Futuro”, da equipa do Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira (SESARAM, EPERAM), representada por João Carvalho, médico pneumologista. Trata-se de um programa estruturado de reabilitação respiratória na Região Autónoma da Madeira (RAM), pensado para promover comportamentos e cuidados a longo prazo que melhorem a saúde dos doentes. Facilitar o acesso da pessoa com patologia respiratória a um programa de reabilitação respiratória, assim como habilitar o doente a lidar com o tratamento e prevenir complicações decorrentes da sua doença, são os principais objetivos do projeto.

De acordo com João Carvalho, médico pneumologista, “A Menção Honrosa foi importante para o nosso projeto, porque mostra e comprova à nossa equipa que estamos no caminho certo para melhorar os cuidados, neste caso de reabilitação respiratória, aos utentes com patologia respiratória.” O especialista acredita ainda que “Este tipo de iniciativas é de grande importância, uma vez que promove um estímulo para que os profissionais de saúde se dediquem mais à área de investigação e que mais projetos sejam realizados em Portugal.”

O Prémio Luísa Soares Branco é uma iniciativa promovida pela Associação Respira e pela Linde Saúde. Distingue projetos de instituições públicas ou privadas que se destaquem na prestação de serviços e cuidados de saúde a doentes respiratórios crónicos, em particular pessoas com Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC).

Acompanhe as nossas novidades.
Subscreva a Newsletter SPP

subscrever Newsletter

SOCIEDADE PORTUGUESA DE PNEUMOLOGIA | SEDE

 

geral@sppneumologia.pt

 

T. (+351) 217 962 074

F. (+351) 217 962 075

 

Rua Ivone Silva, 6 (Edifício ARCIS), 6º Esquerdo

1069-130 Lisboa

 

Horário de Funcionamento:
- Segunda a Sexta-feira
- 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30

VER NO MAPA

DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO

 

comunicacao@sppneumologia.pt
 

T. (+351) 926 432 143 
Cátia Jorge
 

T. (+351) 917 434 115
Andreia Pinto

com o apoio de:

Grupo Medinfar
Takeda
Bial
PULMONOLOGY
REAG
INALADORES