Este website utiliza cookies. Utilizamos cookies para personalizar conteúdo e anúncios, fornecer funcionalidades de redes sociais e analisar o nosso tráfego. Também partilhamos. Para mais informações consulte a nossa política de privacidade.

OK
38º CONGRESSO DE PNEUMOLOGIA

Ao contrário do que desejamos, as férias nem sempre são sinónimo de descanso. Aparentemente representam uma oportunidade para pôr o sono em dia, mas na realidade não é isso que acontece.

Alguns estudos sugerem que no Verão dormimos menos e pior. De acordo com Susana Sousa e Sílvia Correia, representantes da Sociedade Portuguesa de Pneumologia, vários motivos podem explicar este “fenómeno”: “A temperatura atmosférica mais elevada, a ausência de regras relacionadas com a pressão dos horários escolares ou laborais, as atividades de férias com maior número de distrações noturnas podem prejudicar o sono nas férias de verão, assim como o facto de dormirmos num colchão diferente e com uma almofada à qual não estamos habituados”. Por outro lado, e para quem opta viajar para zonas mais distantes, a própria diferença de horários pode alterar os hábitos de sono.

No entanto, um sono de qualidade e em quantidade deve ser uma prioridade ao longo de todo o ano e isso inclui o período de férias. “Este alerta é válido para adultos e para crianças e adolescentes que apresentam maior tendência a perturbações do ritmo circadiano”, adiantam as duas pneumologistas que, na sua atividade clínica, se dedicam em especial à patologia respiratória do sono.

Para que possamos regressar ao trabalho e à escola com baterias renovadas, a Sociedade Portuguesa de Pneumologia recomenda oito digas que podem ajudar a dormir mais e melhor no verão, sobretudo no período de férias:

1. Manter os horários regulares próximo da rotina.

2. Evitar os jantares pesados tardios, com álcool e cafeína 3. Preparar o quarto e adequar a temperatura (temperaturas muitos quentes prejudicam o sono).

4. Exercício físico regular – sobretudo ao ar livre – aproveitar o bom tempo para uma atividade física que junta o exercício e a exposição a luz solar será o ideal.

5. Exposição a luz no início da manhã pode ajudar a regular o ciclo de sono-vigília.

6. Evitar a exposição a luz azul a noite (a ausência de pressão do horário de despertar com o horário escolar de manhã facilita a utilização de videojogos durante o período da noite por crianças e jovens).

7. Dormir 7-8h de sono, para que consiga usufruir das férias da melhor forma possível.

8. Evitar dormir com telemóveis ou outros dispositivos móveis na mesa-de-cabeceira.

Acompanhe as nossas novidades.
Subscreva a Newsletter SPP

subscrever Newsletter

SOCIEDADE PORTUGUESA DE PNEUMOLOGIA | SEDE

 

geral@sppneumologia.pt

 

T. (+351) 217 962 074

F. (+351) 217 962 075

 

Rua Ivone Silva, 6 (Edifício ARCIS), 6º Esquerdo

1069-130 Lisboa

 

Horário de Funcionamento:
- Segunda a Sexta-feira
- 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30

VER NO MAPA

DEPARTAMENTO DE COMUNICAÇÃO

 

comunicacao@sppneumologia.pt
 

T. (+351) 926 432 143 
Cátia Jorge
 

T. (+351) 917 434 115
Andreia Pinto

com o apoio de:

Grupo Medinfar
Takeda
Bial
38º CONGRESSO DE PNEUMOLOGIA
PULMONOLOGY
REAG
INALADORES